XLVI - MEU AMIGO KAUAN




Olá amigos:
Apresento para vocês um cara sensacional: meu grande amigo Kauan.

É este piá, terrível-e-maravilhoso, que está no meu colo. Seu nome, muito bonito por sinal, tem o significado de “Sol”.

Na foto estou eu a carregá-lo, mas na verdade, é ele quem me carrega nos sonhos que tenho. Embora seus olhos sejam ternos, não pensem que ele tem virtudes angelicais. Não mesmo!...


Ao invés de inocente, ele é muito sabido! Ao invés de santo, ele tem um forte “ quê” de capetinha! Ao invés de cordeirinho, ele se parece mais com um ursinho!

Danadinho que é, só se sossega quando, “de noitão”, pede-me para contar histórias ou para cantar cantigas de ninar. Por isso mesmo ele é um Sol Maior em nossa vida. Com seu calor e também com seu ardor!


Não o amamos porque precisamos dele, mas, precisamos dele porque o amamos! Isso mesmo! Nós o amamos, não pelo que ele vai ser quando crescer, mas pelo que ele é agora!


Este meu amigo, é na verdade, nosso filho, nosso companheirinho de todas as horas. Neste sábado, dia sete, ele vai continuar pintando o sete. Isso porque vai completar quatro anos de ternura-e-travessura. Quatro anos de Sol, luz e alegria.


A Lu , sempre linda-e-maravilhosa, já começa a preparar um belo bolo. Com o bom gosto de mãe boba-e-extremamente-feliz. A Giulia, futura "miss-Brasil", vai se embelezar como se fosse a um casamento principesco. Giovani e Renata , virão triunfantes, com suas pompas e circunstâncias. Claro que contaremos com o auxílio luxuoso da Mariza-sua-segunda-mãe, da nona Irma , dos padrinhos e dos amigos-do-coração.


A este pai-para-quem-Deus-é-tão-generoso, só me restam algumas palavras musicais:

Graças à la vida!!!


Carlos Alberto Rodrigues Alves


Nenhum comentário: