XLVII - ODE A UM ATEU

Meu amigo Djalma é um agnóstico confesso. Mas não desses ateus-furiosos que fazem cruzadas acadêmicas e passeatas emblemáticas para propagar a morte de Deus.

Portanto, os profissionais-da-fé, não precisam ter medo de perder seus empregos ou suas carreiras promissoras, que aliás são cheias-de-promessas para salvar o mundo do mármore-do-inferno!

Esse irmão-de-fé-camarada é um agnóstico light-não-engajado!

Mas... asseguro que ele tem dificuldades em acreditar no deus-dos-fundamentalistas-da -jihad, pois este é muito violento.

Ele também tem muitas dificuldades em acreditar no deus-karmático, uma vez que este é muito lógico, sempre pretencioso em apresentar “cientificamente” as razões e os “porquês” das injustiças da vida.

Por outro lado, meu amigo e irmão Djalma, também tem suas-não-poucas-dificuldades em acreditar no deus-dos-fundamentalistas-cristãos, visto que este é muito burocrata e narcisista, exigindo sempre que lhe façam salamaleques. Isso, sem contar que , historicamente, foi um grande amante das fogueiras inquisitoriais.

Mas...meus irmãos-de-fé-e-pé-na-estrada, não se desesperem!

Este meu irmão é um grande amante da vida, um grande apaixonado pela família, um grande-”espírito-que-anda”-e-ama-a-beleza!

Um grande reverenciador-da-vida-e-da-natureza!

Um engajado-militante-do-bem-e-do-belo!

Por isso mesmo, costumo dizer-lhe, que ele é o ateu-mais-cristão que eu conheço.

Li em algum lugar, que somos irmãos, não pelas idéias que temos, mas sim , pelos projetos-em-comum-que-fazem-deste-mundo-um-mundo-melhor.

Li em outro lugar, que seremos julgados, não pelas crenças que professamos, e sim pelo bem que vivenciamos.

Sempre acreditei que não somos senhores do mundo, mas sim irmãos do Universo.

Portanto, Djalma, “irmão-da-terra-do-fogo-da-água-e-do-ar” estamos juntos na caminhada. Não tem importância em você não acreditar nos deuses confessionais. Como diz o Quintana, O Deus-que-é-amor-e-poesia acredita em você!

Um beijo, um abraço, um aperto de mão para a Marion, o Gabriel e o Mateus.

Nenhum comentário: