XCIX - SOBRE A ESTÉTICA DO SAGRADO

Imagine que você, pequeno peregrino da existência, está em busca do terno e eterno abraço do Sagrado.
Você, profanado pelas crises e cruzes do cotidiano-infernal, acaba de adentrar solenemente, os patamares sublimes de uma catedral gótica.
O cenário produzido pelos vitrais te traz, em cores mil, a energia de um Sol Maior.
Você está diante do indizível, sentindo que o pulso pulsa a paixão pela vida! Logo você percebe que esta catedral é um espelho da sua alma que busca, indelevelmente, tocar o abscôndito coração do Criador.
Você , divinamente possesso pela beleza, definitivamente encontra-se na ante-sala do paraíso. Ali não há sermões para ensinar verdades. A liturgia sagrada é a santidade do silêncio.
De repente você começa a escutar um som místico arpejado por um anjo. Este anjo tem a magia de tocar as cordas do teu coraçao e te fazer navegar em nuvens.
Pois bem, cavaleiro templário! Sob os acordes do anjo Gabriel eu lhe afirmo, categoricamente, que este anjo existe, e o que é melhor, tem pele, pelos e poros.
Seu nome é Ana Vidovic. E a música, na qual você pode se encontrar com a divindade é La Catedral de Agustin Barrios Mangoré.
Fique feliz passageiro-da-alegria! Você está vivenciando a experiência da beleza e da espiritualidade, ou seja, os outros nome da divindade.
É só assitir o anjo a tocar, ele está aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=KCE5aPnB5aI

(Dedicado ao Edson, amigo-de-gosto-estético-apurado, filho do mestre Daniel)

Nenhum comentário: