176 - JESUS E A VIOLA


Jesus quando andava pela Galileia
sempre carregando São Pedro na boleia
passava certa feita, por pairagens palestinas
e em uma bela capela, foi convidado
pra ver ali rezando, um povo ensimesmado

Pararam os dois na porta. E só um pouquinho
...
Depois seguiram em frente, os dois pelo caminho.
Lá adiante-e-pelas-tantas, espiaram um casebre alegre

onde se ouvia uma viola roceira-bem-brejeira.
Estava nas mãos de um violeiro que tirava versos em fé
em forma de toada, de pagode, cururu e chamamé:

♪♪♪♪Se um dia eu chegar no céu
Viola entra primeiro
Viola cheia de fitas,
ta dengosa, ta bonita♪♪♪♪

A festa estava animada,
uma alegria que até o mestre seduzia
visto que Ele , pegando a viola, entrou também na cantoria
deslizou nas cordas seus dedos com maestria
e ao som de divinas canções
harpejou a viola em vinte-e-uma-afinações
indo embora só quando já raiava o dia
e quando então abençoava os foliões

Diz a lenda que São Pedro com ar indignado
perguntou ao Bom Mestre: Por que Senhor?
Lá atrás os fiéis estavam a rezar
e não quiseste aquele santo-chão pisar?
E mais adiante , numa festa-de-farra-não-modesta,
não só quiseste entrar,
mas também dela fizeste “questã” de participar!!!?


O Senhor, em tom sereno, então lhe respondeu:
É verdade compadre!
Lá atrás estavam rezando...
Porém vi muita gente a maldade ruminando.
Aqui não! Todos estão felizes e cantando!

E os males-do-coisa-ruim estão exorcizando!
Aprenda essa verdade
se é que tu me prezas:
Uma boa fé cantada, vale mais que cinco rezas!...

(Para a grande educadora MRCassimiro, que me inspirou esses versos-tão-singelos)

Nenhum comentário: