192 - DIA DAS CRIANÇAS

Há alguns anos participei de um concurso de poesias em Curitiba. O tema era “Hoje, o tempo oportuno”. Deixo meu poema aqui postado em homenagem ao dia das crianças.

SONETO DO TEMPO-CRIANÇA

É manhã! Mil pedacinhos de ilusão vêm
Pro petiz que pede passagem pra ser gente
Pois lhe passaram que só o “grande” valor tem
Ah! Se eu pudesse ser criança novamente!...

A tarde vem e já são outras as avenidas
Há que ser sério pra adestrar na própria mente
O corpo, o riso e as aventuras incontidas
Ah! Se eu pudesse ser criança novamente!...

A noite vem como quem vem rapidamente,
Nem de saudades faz-se mais o amanhã.
Não fui do mestre-Tempo seu melhor aluno

Ah! Se eu pudesse ser criança novamente...
Eu viveria em cada hoje uma manhã
E em seu presente, o eterno TEMPO OPORTUNO.



(Pro Kauan que está aqui ao meu ladinho)

Nenhum comentário: