197 - SOBRE COMPETITIVIDADE

Há pessoas que fazem do lazer, do trabalho e da vida um exercício constante de competição mórbida.

Tenho chegado a conclusão que esta é uma filosofia para quem quer viver esgotado e perder o melhor da vida-que-passa-tão-rapidamente.

Em tempos de sofisticação da ciência, procuro a divina sapiência. Para a doença dessa competitividade exacerbada dos dias de hoje tenho bebido a bela e sábia filosofia de Lao-tse:

“Quando você está satisfeito por ser simplesmente você mesmo, e não se compara ou se compete, todo mundo te respeita”.

Nenhum comentário: