226 - SOBRE MEU TIME E SUAS LIÇÕES

Ontem, eu e o Giovani fomos assistir Atlético e Botafogo.
Nosso time ganhou! No sufoco!
É o quarto ano em seguida que “conquistamos” a NÃO-ida-para-a-segunda-divisão., a NÃO-degola, a NÃO-queda...!
Ou seja, comemoração grotesca-do-”NÃO”, para quem já comemorou o “SIM”-do-título-de-campeão- nacional.

Minhas lições dessa cena da vida:
Ás vezes ficamos pseudamente-felizes por comparar uma situação com outra-que-poderia-ser-pior! Que pobreza de espírito...!
Não é bom ser identificado por coisas que a gente deixa de ser, fazer, de conquistar...
Hitler não fumava, não bebia e não comia carnes. Foi o ícone do mal.

Bom é ser identificado pelos aspectos positivos, aquilo de bom que a gente é, que a gente faz...
Meu time é uma parábola de nós mesmos, que muitas vezes, somos acomodados a uma situação de NÃO-estar-pior-do-que-estamos!
Ao meu time,
Á todos os que se acomodam em suas situações,
A mim mesmo,
a idéia de que não devemos ser como tartarugas, figuras reativas, que, frente aos desafios da vida, tornam-se medrosas, sem iniciativas...

Precisamos ser como águias, figuras pró-ativas, que, frente ao perigo, alçam vôo, enxergam mais longe, não se acomodam em ser como os patos gordos...

A vida é um “SIM” ao Universo!
Um "SIM" de primeira divisão.

Nenhum comentário: