264 - SOBRE O FIM DO MUNDO

Já decretaram o fim do mundo varias vezes.
Há até seitas que se especializaram em agendar o Armageddon.
Evocam piedosamente Nostradamus.
Ressuscitam o mundo mágico dos Maias.
Fazem releituras amedrontadoras do Apocalipse.
Isso é mais notório em tempos de catástrofes da natureza.
A todas estas previsões o nosso mundo resistiu.
Na verdade, em se tratando de leituras místicas, cada cabeça sentencia o que quer.
Quanto a mim prefiro acreditar que o mundo tem um destino feliz.
Claro! É preciso estar atento para a exortação de Chico e Francis Hime:

Some, rolinha
Anda, andorinha
Te esconde, bem-te-vi
Voa, bicudo

Voa, sanhaço...
Que o homem vem aí
O homem vem aí
O homem vem aí

Mas também há muitas forças do bem que conspiram a favor do projeto original do Gênesis: a reconstrução do paraíso.
Além do que, como canta Vinícius numa alusão ao fim de tudo:
“Aí pergunto a Deus :
Escuta amigo!
Se foi pra desfazer...
por que é que fez”?

Nenhum comentário: