269 - SOBRE LIÇÕES QUE APRENDI COMO PROFESSOR (III)

A aprendizagem é um esforço reconstrutivo pessoal.
O professor nunca é dispensado, conforme nos mostrou “O mundo de Sofia”. Porém é o aluno que, de forma contínua, constrói o conhecimento.
O Educador que sabe este princípio sabe que seu dever é trabalhar para que o aluno tenha o prazer da autonomia.
Este processo tem duas dimensões: a dimensão do prazer e a dimensão da dor.
Aprendemos o saber quando ele tem sabor. Mas também há aprendizagens profundas que nos dilaceram as entranhas.
É importante lembrar Beethoven: “Minha arte é dez por cento inspiração e noventa por cento transpiração”. Lembro-me também de um adágio popular: “Ostra feliz não produz pérola”.

Nenhum comentário: