277 - SOBRE ESTE E O OUTRO MUNDO

Fui visitar a Valéria, aluna linda , no Centro Especializado de Oncologia.
Comovente! Aos 18 anos ela ouviu do médico que seu prazo de validade está vencido.
Ao abraçar-me, envolta em lágrimas-de-anjo, confidenciou-me que, o que mais lhe incomoda não é a “maldita” e sim as promessas-do-além que lhe fazem no hospital!
__ “ Pastor, eu não queria morrer!”...
Ouvi-a com ouvidos espartanos...
Li para ela alguns salmos com disfarçados-olhos-de-vidro...
Segurei em suas mãos como que a receber sua confissão final :
__“Deus nos deu uma vida tão boa para precisarmos de uma outra”...
(...)
Sei que isso soa como heresia, mas concordo com aquele oráculo do poetinha:

“Deus criou este mundo. O homem, todavia,
entrou a desconfiar, cogitabundo...
Decerto não gostou lá muito do que via...
e foi logo inventando o outro mundo”.

À espera de um milagre também confesso:
Queria muito que a Valéria, cujo nome significa "cheia de saúde", ficasse por aqui mesmo...Por que não?
Quem sabe Deus venha a discordar dos médicos assim como discorda, frequentemente, dos religiosos.

Nenhum comentário: