290 - SOBRE O OUTONO

Não tinha me dado conta que hoje o outono retorna de seu passeio astral.
Foi o Kauan que, do alto de seus cinco anos, me comunicou.
E o fez de forma poética.
Pegou-me pela mão e me puxou para o quintal.
Depois, de posse de algumas folhinhas mortas demonstrou-me o que aprendera na escolinha:
“Pai! Você sabia que no outono a natureza troca de roupa e fica mais bonita?”
Sorri—lhe com gratidão pensando no sonho do poeta outonal que desejava:
“ser como as crianças, para não esquecer o valor do vento no rosto
E ser como os velhos, para nunca ter pressa".
Bela lição sobre a mais bela estação!
Obrigado meu filho!
Prometo que se eu não puder ficar mais bonito com o outono, ficarei mais sábio com você.

Nenhum comentário: