291 - SOBRE O SOM DO SILÊNCIO

No mosteiro dos trapistas, onde estou , é proibido falar.
Cá neste pedacinho do céu, onde a contemplação é total e a tolerância para os ruídos é zero, aprende-se que o segredo da vida está na arte do silêncio.
Quisera que tivéssemos uma cultura do silêncio.
Não o silêncio manipulador, o silêncio torturante, o silêncio chantagista, o silêncio rancoroso.
Mas o silêncio “das línguas cansadas”.
Quem, nesse silêncio divino , souber ouvir os riachos, os ventos, e o cair das folhas-das-árvores, saberá ouvir a voz do coração.

Está escrito nas estrelas: " Deus mora no silêncio".


Nenhum comentário: