326 - SOBRE UM FERIADO DIVINO

Oba! Feriado à vista!
Me vinguei dos dias úteis.
Que coisa! Existem dias não-úteis?
Sim! Existem dias desúteis!
Dias em que temos o direito de “fazer nada”.
Que beleza!
O bom-Deus, autor da proposta-e-primeiro-a-ser-beneficiado, ao terminar sua obra prima, curtiu seu "ócio criativo".
Não temos feito muitas obras primas...
Uma delas, porém, sintoniza-nos com a idéia do criador.
E justifica nosso feriado.
É o poema-gosozo do Ascenso Ferreira:

Hora de comer — comer!
Hora de dormir — dormir!
Hora de vadiar — vadiar!
Hora de trabalhar?
— Pernas pro ar que ninguém é de ferro!

Beleza! Esse cara é do bem!
Viva nosso descanso divino...

Nenhum comentário: