361 - SOBRE A ESCOLA MARIA DE LOURDES ESTEVE BRONZATTO - ITATINGA/SP

" e o fim de nossa viagem será chegar ao lugar de onde partimos. E conhecê-lo então pela primeira vez." T. S. Elliot
.
Muitas das memórias que dormem sorridentes em minhas veias têm o gosto silvestre da minha escola-de-menino.
Vez ou outra essas saudades-brincalhonas acordam e despertam em mim a vontade de, como Paulo Freire, continuar praticando a Pedagogia-da-Esperança..
Lembro-me do espaço do saber-do-fazer-e-do-conviver do “ Paulo Thomas da Silva”.
O saber tinha sabor... A gente era feliz e sabia...
Dona Margarida nos ensinava que com letras se fabrica um mundo.
Dona Aparecida nos segredava a magia de contar estrelas e de mapear o universo dos sonhos.
Dona Linda nos brindava com a arte de viajar na história , afinal “ quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.
Professoras imortais!... Nossos olhos depois de tê-las visto nunca mais seriam os mesmos, pois que por elas, eles passaram a enxergar a vida com óculos das ternas-manhãs-e-dos-eternos-amanhãs...
O tempo passou, atravessou as avenidas, colocou asas em meus projetos...
Mas, como num túnel do tempo, sempre volto as minhas origens, que aliás, sempre me dão grande orgulho.
Hoje, descrevo estas saudades para dedicá-las a uma escola muito especial.
Nesta semana da Pátria, viajo para minha infância de um modo muito nobre: nas alegres asas de uma bela homenagem que me faz a criativa e qualificada Escola Maria de Lourdes Esteve Bronzatto na cidade de Itatinga.
Quanta honra!... E pensar que há poucas semanas, o homenageado pela mesma comunidade escolar era, nada-mais-nada-menos, que Monteiro Lobato!!!
Fico grato pela fidalguia da lembrança...Fico feliz pela competência técnica das educadoras que ali atuam...Fico entusiasmado pela certeza de que seus alunos estão ajudando a reencantar o mundo.
A vocês minhas saudades em feitio de esperança.
Professoras Luzia, Rosângela, Léa e toda essa equipe de educadoras-apaixonadas-pela-vida: um beijo e um abraço em forma de (c)oração.

Nenhum comentário: