377 - SOBRE UM SEGREDO DA LONGEVIDADE

Conheço pessoas que, se morderem algum cão, este precisará ser vacinado.
É verdade!...
De há muito sabemos que este sentimento malévolo, a raiva, é um veneno mortal.
Que o digam nossos corpos que não mentem jamais.
Essa poção, no entanto, é ainda mais venenosa para quem a produz em seus cadinhos rancorosos.
Por outro lado, as últimas pesquisas do IBGE, ao apontar o crescimento da população de quarta idade, aquela cuja “clientela” rompeu a barreira dos cem anos, segredam-nos uma bela receita para quem quer ter vida longeva e de qualidade.
Nas entrevistas concedidas por centenas destes maravilhosos e matusalaicos seres brasileiros, entre vários fatores dessa efeméride, uma simples alquimia lhes é comum a todos: A capacidade de nunca ser possuído pela raiva.
Esse fenômeno coincide com as palavras de Galileu Galilei: “As coisas más que fazem conosco, devemos gravá-las no ar. As coisas boas que nos fazem, devem ser gravadas em placas de bronze”.
Conclusão: Devemos nos vingar de nossos algozes com uma arma do bem: o nosso perdão.
Se exercitarmos essa virtude cristã viajaremos mais leves, viveremos mais livres e sonharemos mais felizes...Todas as nossas células nos aplaudirão!

Nenhum comentário: