438 - SOBRE A TRAGÉDIA NO JAPÃO

Tsunami
A Tragédia Escrita à Água
(Flori Jane)

Revoltou-se o mar!
De suas entranhas explodiu o terror
No desabrochar violento das águas
Corrompendo a nossa paz
Despedaçando esperanças
Ceifando vidas
(...)
O poeta, em seu triste canto, disse:
- Como não chorar?
Eu reafirmo: - Há que se chorar ...

Nenhum comentário: